Documentação necessária e obrigatória para pedido de

visto de Residência - Para período superior a 1 a ano

 

Os ficheiros/arquivos abaixo, deverão imprimir, ler, preencher, e entregar junto com toda a documentação de pedido de visto.

Documentação básica e necessária para o pedido de visto:

         - Instruções Gerais - Visto de Residência.

         - Requerimentos - Visto Residência.

                                          -  Formulário de pedido de Visto de ResidênciaEssa plataforma ( www.vistos.mne.pt ), foi

                                            elaborado  especialmente  para  pedidos  de  vistos,  onde  também  poderão  tirar  as  suas                                               dúvidas e deverão  ″clicar″ em ″E-VISA″,  onde irão realizar o seu registo, preencher todos os

                                             campos do formulário, imprimir e também fazer o agendamento.

          - Dicas sobre o Preenchimento do Formulário On-Line (*).

            (*) Não é necessário entregar.

Verifique abaixo o seu tipo de Visto de Residência e reúna os

documentos solicitados no Check List.

                  - Atividade Profissional Subordinada ( D1 ) SUSPENSO - NÃO PODERÃO SOLICITAR ESSE TIPO DE VISTO.

 

Este visto destina-se aos solicitantes cujo contrato de trabalho seja válido por um período superior a 9 meses sob regime subordinado, ou seja, o trabalhador deverá ser pertencente ao quadro de funcionários da empresa contratante independente da área na qual irá atuar.

 

                  - Atividade Profissional Independente ou para Empreendedores e  Starup visas ( D2 )

 

Atividade profissional independente

Este visto destina-se aos solicitantes cujo contrato de trabalho seja válido por um período superior a 9 meses sob regime de prestação de serviços, ou seja, o trabalhador não pertencerá ao quadro de funcionários de uma empresa contratante realizando assim uma atividade profissional independente.

Emigrantes empreendedores e Start up visas

Este visto destina-se aos imigrantes empreendedores, visando proporcionar autorização de residência a estrangeiros que tenham efetuado operações de investimento em Portugal. A concessão ou indeferimento do pedido de visto levará em conta a relevância econômica e social do investimento feito ou proposto. O fato de ter aberto uma empresa em Portugal não é, por si só, garantia de que o visto será concedido.

 

                  - Atividade docente, altamente qualificada ou cultural e atividade altamente qualificada exercida

                    por trabalhador subordinado ( D3 )

 

Atividade docente

Este visto destina-se aos estrangeiros que irão exercer atividades de docência em Portugal por um período superior a 9 meses.

Atividade altamente qualificada ou cultural

Este visto destina-se aos estrangeiros que irão exercer atividade altamente qualificada como cargos diretivos de grandes corporações ou atividades culturais por um período superior a 9 meses.

Atividade altamente qualificada exercida por trabalhador subordinado

Este visto destina-se aos solicitantes altamente qualificados cujo contrato de trabalho seja válido por um período superior a um ano sob regime subordinado, ou seja, o trabalhador deverá ser pertencente ao quadro de funcionários da empresa contratante. No geral, o visto abrange trabalhadores do setor de tecnologia, podendo abranger outras áreas.

 

                  - Para investigação, estudo, intercâmbio de estudantes do ensino secundário, estágio e

                    voluntariado ( D4 ) SOMENTE PARA EFEITOS DE ESTUDOS.

Investigação, estudo

Este visto destina-se aos solicitantes que irão realizar pesquisas e/ou estudos por períodos superiores a 1 ano.

Intercâmbio de estudantes do ensino secundário

Este visto destina-se aos solicitantes que irão realizar intercâmbio do ensino secundário por períodos superiores a 1 ano.

Estágio e voluntariado

Este visto destina-se aos solicitantes que irão realizar estágios/atividades de voluntariado por períodos superiores a 1 ano.

                  - Para efeitos de Reagrupamento Familiar ( D6 )

                    Este visto destina-se aos familiares ( Cônjuge, filhos até 24 anos,  dependentes legais, etc )  de  detentores

                    de visto de residência em Portugal.

                  - Para fixação de residência para aposentados, reformados, pensionistas, religiosos e

                    pessoas que vivam de rendimentos ( D7  ) SUSPENSOS - NÃO PODERÃO SOLICITAR ESSE TIPO DE VISTO.

 

Reformados / Aposentados / Pensionistas

Esta visto destina-se aos aposentados que pretendem viver em Portugal tendo como meio de subsistência seus benefícios/aposentadorias.

Pessoas que vivam de rendimentos

Este visto destina-se aos estrangeiros que pretendem viver em Portugal tendo como meio de subsistência seus rendimentos provenientes de atividades não laborais como investimentos, aplicações financeiras, etc.

Religiosos

Este visto destina-se aos estrangeiros que pretendem viver em Portugal para o exercício de atividade religiosa.

E_Visa.jpg